EPIPorto

 

O projeto EPIPorto marca o início de uma era na investigação epidemiológica em Portugal. É um estudo de coorte de base populacional, em curso há mais de 15 anos, que tem como principal objetivo avaliar os determinantes de saúde na população adulta residente na cidade do Porto. Para este efeito foram selecionadas aleatoriamente entre os residentes na cidade 2485 pessoas, que têm sido alvo de avaliações sucessivas ao longo do tempo.

 

Os participantes são convidados a deslocar-se ao centro do estudo a fim de responderem a um conjunto de perguntas sobre características sociais, demográficas e comportamentais e sobre a sua história clínica. Adicionalmente são efetuadas medições objetivas, tais como a realização de análises sanguíneas, medição da pressão arterial, do peso e da estatura, eletrocardiograma, avaliação da função respiratória e da densidade mineral óssea. A sua morada está georreferenciada, permitindo a análise da distribuição de várias ocorrências e estados de saúde no espaço da cidade. Subgrupos da coorte na sua avaliação basal constituíram o grupo de controlo em estudos de caso-controlo, nomeadamente de enfarte do miocárdio e cancro do estômago.

 

Além dos achados substanciais sobre o estado de saúde desta população, o estudo permitiu também o desenvolvimento e validação de ferramentas de medição como por exemplo um questionário de frequência alimentar para avaliação da ingestão alimentar no último ano e um método não invasivo para avaliação da densidade mineral óssea no calcâneo. Concebido e coordenado por investigadores em Epidemiologia, envolveu nas suas várias etapas profissionais de formação e experiência variada, incluindo sempre clínicos especialistas nas áreas dos outcomes estudados, nomeadamente cardiologistas e internistas, reumatologistas, pneumologistas e imunoalergologistas, neurologistas, psiquiatras.

 

A análise dos dados colhidos tem permitido responder a numerosas questões científicas, tendo resultado na publicação de várias dezenas de artigos científicos maioritariamente em revistas internacionais, bem como na realização de teses de doutoramento e dissertações de mestrado, contribuindo assim também para a formação pós-graduada na área da Epidemiologia e Saúde Pública.

 

A Coorte na Comunicação Social:

 

Fevereiro, 2018

 

Março, 2018

 

 

Encontro com os Participantes

 

 
 
 
 
Informação para Participantes:
 
Se desejar atualizar os seus contactos, por favor clique aqui
 
Preencha o formulário e devolva para os contactos indicados.  
 
 
QUESTIONÁRIOS APLICADOS AOS PARTICIPANTES DA COORTE
 
 
Avaliação 1: Baseline (1999-2003)
 
   
 
 
 
 
 
Avaliação 2: 1º follow-up (2005-2008)
 
 
  
 
     
 
          Gastos com Saúde
 
          História obstétrica
 
          Homúnculo Dor
  
 
Avaliação 3: 2º follow-up (2012-2013)
 
 
 
    
 
 
 
 
Newsletter(s) EpiPorto