NEON-BC

Em 2012, o ISPUP foi responsável pela constituição de uma coorte de 506 doentes com cancro da mama propostas para tratamento cirúrgico no Instituto Português de Oncologia - Porto. As participantes foram seguidas durante o primeiro ano após o diagnóstico e após 3 anos, e está a decorrer uma avaliação correspondente a 5 anos de seguimento. Os objetivos principais do projeto estão relacionados com a avaliação da frequência de complicações neurológicas do cancro ou dos seus tratamentos, incluindo dor neuropática, polineuropatia secundária à quimioterapia ou declínio cognitivo. A coorte esteve na base de um projeto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, de diversas teses de doutoramentos (duas das quais já concluídas ou a aguardar defesa pública), três dissertações de mestrado já concluídas e 10 publicações em revistas científicas internacionais.