EMIS, 2010

 

ISBN: 978-989-98867-5-9 (papel); 978-989-98867-6-6 (e-book)
 

O estudo EMIS (European Men who have Sex with Men Internet Survey) realizou-se em 38 países da região europeia da Organização Mundial de Saúde (OMS), tendo sido o maior inquérito alguma vez dirigido a Homens que têm Sexo com Homens (HSH), tanto em número de participantes (cerca de 180 000), como em número de países e idiomas envolvidos (25). Em Portugal, o EMIS foi coordenado pelo Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) e pelo Grupo Português de Ativistas sobre Tratamentos VIH/SIDA (GAT).

 

O EMIS tinha como objetivo conhecer o acesso ao teste e à prevenção do VIH dos homens gays e outros homens que têm sexo com homens e descrever os seus conhecimentos sobre a infeção pelo VIH, infeções sexualmente transmissíveis, comportamentos sexuais e uso dos serviços específicos relacionados com a infeção pelo VIH, entre outros. O uso da mesma ferramenta de recolha de dados nos 38 países permitiu a produção de dados comparáveis e necessários para o planeamento das estratégias de prevenção do VIH dirigidas a esta população.

 

Em Portugal, o recrutamento realizado através das redes sociais online, blogs e divulgação em eventos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgénero) e em locais de socialização homossexual permitiu recolher informação de 5187 homens que se identificaram como HSH. Os distritos de Lisboa, Porto e Setúbal foram aqueles com maior participação. Apesar da maioria dos participantes ter nacionalidade portuguesa, a amostra englobou cerca de 18% de indivíduos cujo país de nascimento não era Portugal, com predominância de participantes nascidos no Brasil e em outros países europeus. A idade média dos participantes foi de 32,3 anos, com mais de metade da amostra a reportar níveis de educação altos. Quase 70% dos indivíduos identificaram-se como homossexuais ou gays.

 

Este relatório apresenta os resultados nacionais do estudo EMIS, está disponível aqui e a versão em papel pode ser enviada pelo correio ou levantada no ISPUP.

 

 

Para mais informação, por favor contacte

secretaria@ispup.up.pt.