Investigador Doutorado (POCI-01-0145-FEDER-031898)

Procedimento Concursal de Seleção Internacional para a Contratação de Doutorado(a) (POCI-01-0145-FEDER-031898)

 

Projeto: CARESS – Saúde psicossocial de cuidadores de sobreviventes de AVC: Experiências, necessidades e qualidade de vida. 

 

Prazo de abertura do concurso:  21 de Janeiro a 1 de Fevereiro de 2019.

 

Informação Adicional: Classificação Final Disponível


 

Resumo

O Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) abriu concurso para contratar um investigador doutorado no âmbito do Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) - Convite n.º 02/SAICT/2017 - Projeto de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC & DT), financiado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização através dos Fundos Europeus de Desenvolvimento Regionais (FEDER / FNR) e através dos fundos nacionais (FCT/OE) (POCI-01-0145-FEDER-031898), no âmbito do projeto CARESS – Saúde psicossocial de cuidadores de sobreviventes de AVC: Experiências, necessidades e qualidade de vida (AAC Nº 02/SAICT/2017 - Projeto Nº 031898), coordenado por Elisabete Alves.

 

Este projeto pretende produzir evidência que sustente o desenvolvimento de serviços integrados e centrados nas pessoas, através da compreensão e avaliação da saúde psicossocial de cuidadores de sobreviventes de AVC, focando as suas experiências, necessidades, e qualidade de vida. O projeto responderá a necessidades regionais, assim como a prioridades estratégicas nacionais e europeias, contribuindo para o desenvolvimento de um modelo de co-produção de saúde. Será implementada uma abordagem de metodologia mista baseada em questionários e entrevistas semiestruturadas com cuidadores informais de sobreviventes de AVC, e serão desenvolvidos três think tanks envolvendo todos os intervenientes (sobreviventes de AVC, cuidadores, investigadores e profissionais de saúde e sociais). Com base em abordagens metodológicas e teóricas robustas para avaliar a saúde psicossocial dos cuidadores de sobreviventes de AVC, os resultados deste projeto terão impactos inovadores, refletindo-se especialmente na área da promoção da saúde, prevenção da doença e participação pública.

 

  1. Área Científica: Psicologia

 

 

  1. Requisitos de Admissão:

O candidato deve ter:

  1. a) Doutoramento em Saúde Pública ou Ciências Sociais (Psicologia, Sociologia ou área afim);
  2. b) Bom histórico de publicações em revistas internacionais com revisão por pares;
  3. c) Experiência na condução de estudos com recurso a metodologias qualitativas e mistas;
  4. d) Participação em projetos de pesquisa científica e experiência na recolha de dados em serviços de saúde;
  5. e) Fluência em Inglês e Português, escrita e falada.

 

Iniciativa, pensamento crítico e autonomia na realização de trabalhos científicos serão altamente valorizados. 

Ao procedimento concursal podem candidatar-se os doutorados nacionais, estrangeiros e apátridas que sejam detentores de um currículo científico e profissional que revele um perfil adequado à atividade a desenvolver.

 

  1. Plano de Trabalhos:

O investigador será responsável pela elaboração e planeamento de estudos qualitativos e quantitativos, recolha e análise de dados qualitativos e quantitativos.

Espera-se que o investigador produza artigos científicos adequados para publicação em revistas internacionais com revisão por pares.

 

  1. Local de Trabalho e Supervisão:

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, sobre a supervisão da Investigadora Responsável Elisabete Alves. 

 

  1. Legislação aplicável:

Decreto-Lei n.º 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela Lei nº 57/2017 de 19 de julho, que aprova um regime de contratação de doutorados destinados a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento (Regime Jurídico do Emprego Científico - RJEC); Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, na sua redação atual.

 

  1. Duração:

Contrato de trabalho a termo incerto de acordo com o Código do Trabalho, com a data de início prevista para Março de 2019.

 

  1. Salário:

A remuneração base ilíquida mensal a atribuir é de 2.128,34 euros de acordo   com a alínea a) do n.º 1 do artigo 15.º da Lei nº 57/2017, de 19 de julho e com a primeira posição remuneratória do nível inicial previsto no artigo 2.º do Decreto Regulamentar n. 11-A/2017, de 29 de dezembro, correspondente ao nível 33 da tabela remuneratória única, aprovada pela Portaria n.º 1553-C/2008, 31 de dezembro.

 

  1. Critérios de seleção:

Os métodos de selecção são a avaliação do Curriculum Vitae (90%) e uma entrevista (10%), de acordo com o Decreto-Lei nº. 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela Lei n. 57/2017, de 19 de julho. Será realizada uma pré-seleção baseada no ranking da avaliação do CV. Os cinco primeiros candidatos serão chamados para uma entrevista. Os candidatos selecionados têm de ter pelo menos 10 pontos (metade da pontuação total) em CV e na entrevista. 

 

Critérios para avaliação do Curriculum Vitae  (de 0 a 20 valores):

  1. Experiência na concepção e planeamento de estudos qualitativos e quantitativos (0-5 pontos);
  2. Conhecimentos específicos para o tema do projeto (0-4 pontos);
  3. Histórico de publicações internacionais em revistas cientificas com revisão por pares em termos de número e qualidade (0-4 pontos);
  4. Participação em projectos de investigação científica (0-3 pontos);
  5. Experiência prévia na integração de equipas multidisciplinares de investigadores (0-2 pontos)
  6. Excelência em Inglês e Português, escrita e falada (0-2 pontos).

 

Critérios para avaliação de entrevistas (0 a 20 pontos):

  1. Conhecimento profissional e competências para concretizar o plano de trabalhos (0 a 9 pontos);
  2. Motivação para realizar o projeto de pesquisa (0 a 4 pontos);
  3. Competências de comunicação (0 a 4 pontos);
  4. Atitude profissional (0 a 3 pontos). 

 

  1. Membros do Júri:

Elisabete Alves (Presidente)

Cláudia de Freitas (Vogal)

Ana Henriques (Vogal)

 

  1. Política de não discriminação e de igualdade de acesso.

O ISPUP promove ativamente uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato/a pode ser privilegiado/a, beneficiado/a, prejudicado/a ou privado/a de qualquer direito ou isento/a de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

 

  1. Formalização das candidaturas:

As candidaturas deverão ser formalizadas, obrigatoriamente, através de email para o endereço secretaria@ispup.up.pt, com conhecimento para elisabete.alves@ispup.up.pt, com a refª “Postdoc Researcher – CARESS” no assunto, ou entregues no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, Rua das Taipas 135, 4050-600 Porto. Devem ser acompanhadas dos seguintes documentos:

 

  1. Carta de motivação, na qual o/a candidato/a deverá, além das referências indicadas nos requisitos mínimos, expor as razões que o motivam a realizar investigação científica, a candidatar-se ao presente concurso e de que forma o seu perfil académico e experiência prévia se adequam a este projeto;
  2. Curriculum Vitae, com indicação do nome completo e contacto;
  3. Cópia dos documentos comprovativos de todos os graus obtidos pelos candidatos (incluindo doutoramento);
  4. Quaisquer documentos que os candidatos entendam ser relevantes para apreciação do seu mérito.

 

  1. Forma de publicitação/notificação dos resultados

Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

 

 

MINUTE OF THE FIRST MEETING OF THE SELECTION PANEL TO HIRE A POST-DOC RESEARCHER (WORK CONTRACT WITH NON-FIXED TERM) UNDER THE PROJECT CARESS - PSYCHOSOCIAL HEALTH OF CARERS OF STROKE SURVIVORS: EXPERIENCES, NEEDS, AND QUALITY OF LIFE. (AAC Nº 02/SAICT/2017 - PROJETO Nº 031898), FUNDED BY THE PORTUGUESE FOUNDATION FOR SCIENCE AND TECHNOLOGY (FCT/OE) ((POCI-01-0145-FEDER-031898)) AND BY OPERATIONAL PROGRAMME FOR COMPETITIVENESS AND INTERNATIONALISATION PROMOTED BY THE EUROPEAN REGIONAL DEVELOPMENT FUND (FEDER/FNR).

 

 

On the 3rd of January 2019, the selection panel composed by Elisabete Alves, Cláudia de Freitas, and Ana Henriques met at Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto to define the selection criteria for the position detailed above. The panel decided to establish two selection phases:

 

  1. Compliance with the admission requirements defined in the call for applications, namely:

Delivery of all the documents requested;

PhD in the field of Public Health or Social Sciences (Psychology, Sociology or a related field);

Good track record of publications in international peer-reviewed journals;

Experience with conducting qualitative and mixed-methods studies;

Participation in scientific research projects and experience with data collection in health settings;

Fluency in English and Portuguese, written and spoken.

 

Inability to comply with the above mentioned requirements will be considered reason for exclusion of the candidates from the next selection phase.

 

Sorting of candidates who fulfilled the admission requirements set in the previous phase, on the basis of the following formula:

 

Final classification (FC) = [Curriculum Evaluation (CE) x 0.9] + [Interview (I) x 0.1]

 

Concerning the CE, the panel decided to assess the candidate’s professional experience and to grade it on a scale of 0 to 20 points distributed in the following way:

 

  1. Experience in the design and planning of qualitative and quantitative research studies (0-5 points);
  2. Specific knowledge for the theme of the Project (0-4 points);
  3. Track record of international publications in peer-review journals in terms of number and quality (0-4 points);
  4. Participation in scientific research projects (0-3 points);
  5. Background in integrating multi and interdisciplinary teams of researchers (0-2 points)
  6. Proficiency in English and Portuguese, written and spoken (0-2 points).

 

Concerning the interview (I), the panel decided that the classification to be awarded will result from the simple arithmetic mean of the classifications awarded by each member of the selection board, taking into account the qualities and aptitudes revealed by the candidates in the course of the interview, measured by the following weighting factors:

 

  1. Professional knowledge and skills to accomplish the work plan (0 to 9 points);
  2. Motivation towards the research project (0 to 4 points);
  3. Communication skills (0 to 4 points);
  4. Professional attitude (0 to 3 points).

 

 

The panel decided that only the candidates reaching 10 points (half of the total score) on the CE will be called for the interview. The first five candidates WHO ranked half of the total score or more on the CE will be pre-selected for the interview.

 

Each member of the selection committee will rank the candidates; the final result will be the arithmetic mean of the classifications assigned individually by each member of the panel.

 

The candidate with the highest classification will be selected.

 

The minutes with the final classification will be available to the candidates. The minutes will be posted on the Institute for the period determined in a public notice.

Calendário

Publicação Semanal em destaque

Changes in employment status up to 5 years after breast cancer diagnosis: A prospective cohort study.
Breast
Ler mais