Research Grant (PTDC/DTP-SAP/6384/2014)

 

Resumo: Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação (BI) – Grau Mestre, no âmbito do projeto “Saúde Perinatal em migrantes: Barreiras, Incentivos e Resultados” (PTDC/DTP-SAP/6384/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016874, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional POCI 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

Área Científica: Saúde Pública

Requisitos de admissão: Podem candidatar-se a esta bolsa indivíduos com grau de mestre em qualquer área no domínio da Saúde Pública. Exige-se experiência em projetos de investigação epidemiológica, nomeadamente em informatização de dados, gestão de bases, análise quantitativa de dados e apresentação e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica.

 

Plano de trabalhos: O bolseiro será responsável pela coordenação do trabalho de campo, gestão de banco de dados, análise de dados e elaboração de manuscritos.

 

Legislação e regulamentação aplicável: Regime Jurídico do estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, republicada em anexo ao Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – 2015 (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

 

Local de trabalho e orientação científica: O trabalho será desenvolvido no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), sob a orientação científica do Professor Doutor Henrique Barros.

 

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração inicial de 12 meses, com início previsto em Julho de 2016, eventualmente renovável por períodos de igual duração, até ao limite máximo de 30 meses.

 

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 980, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

 

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes: avaliação curricular (10 valores) e entrevista (10 valores), com a valorização final de 20 valores. Serão realizadas entrevistas a um máximo de 5 candidatos.

Composição do Júri de Seleção:

Presidente de júri: Doutora Cristina Teixeira

Vogal efetivo: Doutor Henrique Barros

Vogal efetivo: Doutora Ana Cristina Santos

Vogal suplente: Doutora Liane Costa

Vogal suplente: Doutora Raquel Lucas

 

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 4 de Junho a 20 de Junho de 2016. As candidaturas devem ser formalizadas através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: a) Curriculum Vitae; b) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições exigíveis para o tipo de bolsa a que concorre, nomeadamente certificados de habilitações com média final; c) Documento atualizado comprovativo da situação profissional, com indicação da natureza do vínculo e funções, podendo substituí-lo por declaração sob compromisso de honra caso não exista qualquer atividade profissional ou de prestação de serviços.

As candidaturas devem ser entregues pessoalmente ou enviadas por e-mail.

 

 

Entrega das candidaturas:

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto

Rua das Taipas, 135 | 4050-600 Porto

Telef: 222 061 820; e-mail: secretaria@ispup.up.pt

 

Results List:

ACTA DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELECÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI), NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO PROJETO “Saúde Perinatal em migrantes: Barreiras, Incentivos e Resultados” (PTDC/DTP-SAP/6384/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016874, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional Regional Lisboa 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

.

 

No dia 22 de junho de 2016, reuniu no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, a comissão de selecção do concurso acima descrito (Cristina Teixeira, Ana Cristina Santos e Raquel Lucas) no sentido de definir os critérios de seleção. A comissão optou por estabelecer quatro fases neste processo:

 

  1. Verificação do cumprimento dos requisitos de admissão, em conformidade com o edital do concurso, designadamente:
  2. Entrega da documentação exigida; (Curriculum vitae, certificado de habilitações e documento comprovativo da situação profissional)
  3. Requisitos académicos e profissionais exigidos

         i Mestrado em qualquer área no domínio da Saúde Pública.

         ii Experiência em projectos de investigação epidemiológica

 

  1. Avaliação do Curriculum Vitae (AC) aos candidatos que cumpram os critérios de admissão, correspondendo a um valor máximo de 10 pontos, resultado do somatório de pontos atribuído a cada um dos seguintes itens:
  2. Experiência em trabalho de campo,

i gestão de trabalho de campo (valor máximo de 3 pontos)

ii entrevista/aplicação de questionários  (valor máximo de 1 ponto)

iii informatização de dados (valor máximo de 1 ponto)

iv gestão de base de dados (valor máximo de 2 pontos)

  1. Publicações científicas em revistas de circulação internacional (valor máximo de 3 pontos).

 

  1. Avaliação por entrevista (E) aos cinco candidatos que apresentem as classificações mais elevadas atribuídas na fase 2, correspondendo a um valor máximo de 10 pontos. A Comissão deliberou que cada membro do júri atribuirá uma classificação tendo em conta as qualidades e aptidões reveladas pelos candidatos no decurso da entrevista, por comparação com o perfil julgado adequado às funções a desempenhar no âmbito deste projeto, aferidas pelos seguintes fatores de ponderação:
  2. Atitude profissional (máximo de 5 pontos)
  3. Qualidades intelectuais (máximo de 5 pontos)
  4. Contacto e comunicação (máximo de 5 pontos)
  5. Conhecimentos profissionais (máximo de 5 pontos)

A classificação final resultará da média aritmética simples das classificações atribuídas por cada membro do júri e depois convertida para uma escala em que o valor máximo é de 10 pontos

 

  1. Ordenação dos candidatos com base na seguinte fórmula

 

                 Classificação Final (CF) = Avaliação Curricular (AC) + Entrevista (E)

 

Será seleccionado o candidato com a classificação mais elevada.

 

ACTA DA SEGUNDA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELECÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI), NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO PROJETO “Saúde Perinatal em migrantes: Barreiras, Incentivos e Resultados” (PTDC/DTP-SAP/6384/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016874, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional Regional Lisboa 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

No dia 23 de Junho de 2016, reuniu no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, a comissão de selecção do concurso acima descrito (Cristina Teixeira, Ana Cristina Santos e Raquel Lucas) a fim de proceder à avaliação curricular e selecção dos candidatos a admitir a entrevista nos termos previstos no edital do concurso e de acordo com a acta da primeira reunião.

 

Apresentaram-se a concurso os seguintes candidatos:

- Ana Isabel da Costa Freitas

- Anita Pereira Lopes

- Branca Raquel Rodrigues Magano

- Dóris Luísa Oliveira Freitas

- Helena Isabel Pinto Cardoso Teixeira Calejo

- Joana Henriques Vieira

- Kammilla Éric Guerra de Araújo

- Mafalda sofia Barbosa Fonseca

- Maria Inês Fernandes Martins

- Patrícia Sofia Pinhanços Batista

- Vanessa Oliveira Silva

- Vânia Cristina da Silva Rodrigues

 

Após verificação do cumprimento dos requisitos de admissão, em conformidade com o edital do concurso, designadamente:

  1. Existência de todos os documentos requeridos (Curriculum vitae, certificado de habilitações e documento comprovativo da situação profissional)
  2. Requisitos académicos e profissionais exigidos:
    1. Mestrado em qualquer domínio da Saúde Pública;
    2. Experiência em projetos de investigação epidemiológica.

 

A Comissão de seleção decidiu excluir os seguintes candidatos para a fase seguinte de seriação por não cumprirem integralmente os requisitos acima descritos:

- Ana Isabel da Costa Freitas

- Helena Isabel Pinto Cardoso Teixeira Calejo

- Joana Henriques Vieira

- Mafalda sofia Barbosa Fonseca

- Maria Inês Fernandes Martins

- Patrícia Sofia Pinhanços Batista

- Vânia Cristina da Silva Rodrigues

 

Após análise curricular dos candidatos o júri procedeu à atribuição da respetiva classificação

 

Nome

Classificação final

(0-10 valores)

Dóris Luísa Oliveira Freitas

2

Branca Raquel Rodrigues Magano

2

Vanessa Oliveira Silva

2

Anita Pereira Lopes

0

Kammilla Éric Guerra de Araújo

0

 

 

De acordo com os critérios definidos na ata da primeira reunião, nomeadamente, admissão para entrevista dos candidatos com melhor avaliação curricular, até a um máximo de 5, a Comissão de seleção decidiu admitir a entrevista marcada para dia 29 de junho, as seguintes candidatas:

 

- Anita Pereira Lopes

- Branca Raquel Rodrigues Magano

- Dóris Luísa Oliveira

- Vanessa Oliveira

- Kammilla Éric Guerra de Araújo

 

ACTA DA TERCEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELECÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI), NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO PROJETO “Saúde Perinatal em migrantes: Barreiras, Incentivos e Resultados” (PTDC/DTP-SAP/6384/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016874, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional Regional Lisboa 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

 

No dia 29 de Junho de 2016, reuniu no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, a comissão de selecção do concurso acima descrito (Cristina Teixeira, Ana Cristina Santos e Henrique Barros) a fim de proceder às entrevistas para seriar os candidatos nos termos previstos no edital do concurso e de acordo com a acta da primeira reunião.

 

Apresentaram-se à entrevista as seguintes candidatas:

- Anita Pereira Lopes

- Branca Raquel Rodrigues Magano

- Dóris Luísa Oliveira Freitas

- Kammilla Éric Guerra de Araújo

- Vanessa Oliveira Silva

 

A Comissão de seleção decidiu não prosseguir com a entrevista à seguinte candidata por ficar comprovada a não conclusão de mestrado:

- Kammilla Éric Guerra de Araújo

 

Após as entrevistas às candidatas admitidas a Comissão de seleção deliberou que nenhuma das candidatas possui competências necessárias para as tarefas a desempenhar, tal como reflectem as classificações obtidas pelas candidatas e apresentadas na tabela

 

Nome

Classificação da avaliação curricular

(0-10 valores)

Classificação da avaliação por entrevista

(0-10 valores)

Total

(0-20 valores)

Dóris Luísa Oliveira Freitas

2

4

6

Branca Raquel Rodrigues Magano

2

2,5

4,5

Vanessa Oliveira Silva

2

2,5

4,5

Anita Pereira Lopes

0

2,35

2,35

 

 

 

 

 

Calendar

Weekly Publication

A Comparative Analysis of the Status Anxiety Hypothesis of Socio-economic Inequalities in Health Based on 18,349 individuals in Four Countries and Five Cohort Studies
Scientific Reports
Read More