Researrch Grant (PTDC/AAG-MAA/2569/2014)

Resumo: Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação (BI) – Grau Mestre, no âmbito do projeto “FUTURAR - Qualidade do Ar em Portugal em 2030 - apoio à decisão política” (PTDC/AAG-MAA/2569/2014), referência  POCI-01-0145-FEDER-016752, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional POCI 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

Área Científica: Ambiente e Alterações Globais - Modelação e Avaliação Ambiental

 

Requisitos de admissão obrigatórios:

Podem candidatar-se a esta bolsa indivíduos com grau de mestre em Saúde Ambiental. Exige-se experiência de pelo menos 4 anos em projetos de investigação epidemiológica saúde e ambiente, nomeadamente na gestão de bases de dados de indicadores ambientais e indicadores de saúde, análise quantitativa de dados longitudinais e apresentação e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica.

 

Requisitos preferenciais:

* Avaliação de 17 valores ou equivalente na atribuição do grau de mestre;

* Formação complementar na área ambiental e sustentabilidade;

* Integração na equipa de três ou mais projetos de investigação financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT);

* Publicação em revistas científicas internacionais, como primeiro autor, de dois ou mais artigos originais.

 

Plano de trabalhos: O bolseiro será responsável pela extensa revisão bibliográfica do estado da arte relativo ao impacto dos principais poluentes atmosféricos na saúde humana. Mais especificamente a identificação de funções exposição-efeito e levantamento de métricas de saúde, que permitam estabelecer as mesmas relações na população Portuguesa.

 

Legislação e regulamentação aplicável: Regime Jurídico do estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, republicada em anexo ao Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – 2015 (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

 

Local de trabalho e orientação científica: O trabalho será desenvolvido no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), sob a orientação científica do Professor Doutor João Paulo Teixeira e Doutora Solange Costa.

 

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração inicial de 12 meses, com início previsto em 1 de setembro de 2016, eventualmente renovável por períodos de igual duração, até ao limite máximo de 24 meses.

 

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 980, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

 

Métodos de seleção: O principal método de seleção a utilizar será a avaliação curricular. Caso se entenda necessário será realizada entrevista no máximo aos 2 candidatos com nota mais elevada.

Composição do Júri de Seleção:

Professor Doutor João Paulo Teixeira

Doutora Solange Costa

Doutora Sónia Fraga

 

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 21 de junho a 4 de julho de 2016. As candidaturas devem ser formalizadas através do envio de carta de motivação acompanhada dos seguintes documentos: a) curriculum vitae; b) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições exigíveis para o tipo de bolsa a que concorre, nomeadamente certificados de habilitações com média final; c) Cópia de dois artigos originais publicados. As candidaturas devem ser entregues pessoalmente ou enviadas por e-mail.

 

Entrega das candidaturas:

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto

Rua das Taipas, 135 | 4050-600 Porto

Telef: 222 061 820; e-mail: secretaria@ispup.up.pt

 

Results List:

ATA DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELEÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI) CIENTÍFICA, GRAU DE MESTRE, NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO PROJECTO, NO ÂMBITO DO PROJETO “FUTURAR - QUALIDADE DO AR EM PORTUGAL EM 2030 - APOIO À DECISÃO POLÍTICA” (PTDC/AAG-MAA/2569/2014), REFERÊNCIA POCI-01-0145-FEDER-016752, FINANCIADO POR FUNDOS FEDER ATRAVÉS DO PROGRAMA OPERACIONAL POCI 2020E POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT - FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, A DECORRER NO INSTITUTO DE SAÚDE PÚBLICA DA UNIVERSIDADE DO PORTO.

Ao décimo oitavo dia do mês de julho do ano de dois mil e dezasseis, pelas onze horas, reuniu no Centro de Saúde Pública Gonçalves Ferreira do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I.P., sito na Rua Alexandre Herculano número 321, a comissão de seleção do concurso aberto em edital publicado e divulgado pelas páginas Web do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, para a seleção de um bolseiro de investigação, a contratar no âmbito do projeto “FUTURAR - Qualidade do Ar em Portugal em 2030 - apoio à decisão política” (PTDC/AAG-MAA/2569/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016752, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional POCI 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia, presidida pelo Professor Doutor João Paulo Teixeira, tendo como 1.º Vogal efetivo a Doutora Carla Costa e 2.º Vogal efetivo a Doutora Solange Costa e vogal suplente a Doutora Sónia Fraga, a fim de definir os critérios de apreciação e classificação final, relativos aos métodos de seleção previstos no aviso de abertura do concurso.

A Comissão acordou em definir três fases de seriação dos candidatos:

1) Verificação do cumprimento dos requisitos de admissão, em conformidade com o edital do concurso, designadamente:

- Entrega da documentação exigida;

- Adequação da formação académica;

- Experiência de pelo menos 4 anos em projetos de investigação epidemiológica saúde e ambiente, nomeadamente na gestão de bases de dados de indicadores ambientais e indicadores de saúde, análise quantitativa de dados longitudinais.

- Apresentação e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica.

O não cumprimento dos requisitos acima enunciados será considerado motivo de exclusão dos candidatos para a fase seguinte de seriação. Os candidatos que cumprirem os requisitos nesta fase passarão à fase seguinte.

2) Avaliação curricular (AC) dos candidatos admitidos a esta fase, de acordo com os seguintes critérios (classificação de 0 a 20 valores):

- Avaliação de 17 valores ou equivalente na atribuição do grau de mestre (< 17: 0-valores; >17: 1 a 4 valores);

- Formação complementar na área ambiental e sustentabilidade (0 a 5 valores);

- Integração na equipa de três ou mais projetos de investigação financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) (0 a 5 valores);

- Publicação em revistas científicas internacionais, como primeiro autor, de dois ou mais artigos originais (0 a 5 valores); sendo esta condição confirmada serão atribuídos mais 1 valores caso haja também co-autoria em artigos científicos.

Os candidatos que obtiverem, após avaliação curricular (AC), classificação igual ou superior a 15 valores serão admitidos a entrevista (E).

3) Entrevista (E) será avaliada de acordo com os seguintes critérios (classificação de 0 a 20 valores):

- Atitude profissional (0 a 5 valores);

- Qualidades intelectuais (0 a 5 valores);

- Conhecimento na área do projeto em questão (0 a 5 valores);

- Comunicação, capacidade de articulação (0 a 5 valores).

Cada um destes três critérios será classificado, pela comissão de avaliação, de acordo com: “muito favorável” 5 (cinco valores), “bastante favorável” 4 (quatro valores), “favorável” 3 (três valores), “favorável com reservas” 2 (dois valores), “não favorável” 1 (um valor).

A Comissão acordou ainda que a classificação final dos candidatos será obtida pela seguinte fórmula geral:

Classificação Final (CF) = [Avaliação Curricular (AC) + Entrevista (E)] / 2.

 

ATA DA SEGUNDA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELEÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI) CIENTÍFICA, GRAU DE MESTRE, NO ÂMBITO DAS ATIVIDADES DO PROJECTO, NO ÂMBITO DO PROJETO “FUTURAR - QUALIDADE DO AR EM PORTUGAL EM 2030 - APOIO À DECISÃO POLÍTICA” (PTDC/AAG-MAA/2569/2014), REFERÊNCIA POCI-01-0145-FEDER-016752, FINANCIADO POR FUNDOS FEDER ATRAVÉS DO PROGRAMA OPERACIONAL POCI 2020E POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT - FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA, A DECORRER NO INSTITUTO DE SAÚDE PÚBLICA DA UNIVERSIDADE DO PORTO.

Ao décimo nono dia do mês de julho do ano de dois mil e dezasseis, pelas onze horas, reuniu no Centro de Saúde Pública Gonçalves Ferreira do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I.P., sito na Rua Alexandre Herculano número 321, a comissão de seleção do concurso aberto em edital publicado e divulgado pelas páginas Web do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, para a seleção de um bolseiro de investigação, a contratar no âmbito do projeto “FUTURAR - Qualidade do Ar em Portugal em 2030 - apoio à decisão política” (PTDC/AAG-MAA/2569/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016752, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional POCI 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia, presidida pelo Professor Doutor João Paulo Teixeira, tendo como 1.º Vogal efetivo a Doutora Carla Costa e 2.º Vogal efetivo a Doutora Solange Costa e vogal suplente a Doutora Sónia Fraga. A comissão constatou que foi presente 1 candidatura, tendo em atenção o acordado em reunião prévia de definição de critérios para a classificação final dos candidatos, foi efectuada a apreciação do processo e confirmada a elegibilidade do candidato. Após entrevista presencial, a nota final do candidato foi:

Candidatos admitidos

 

Nome

 

CF

 

Ana Sofia Estevão Mendes

 

16.5 valores

 

 

 

Nestas circunstâncias, o Júri recomenda a atribuição da Bolsa de Investigação ao candidato Ana Sofia Estevão Mendes.

Nos termos do n.º 12 do art.º 21.º do Regulamento de Bolsas da Universidade do Porto, os candidatos dispõem do prazo de 10 dias úteis, a contar da data de publicação, para dizer, por escrito, caso o entendam, o que se lhe oferecer sobre a decisão do Júri de Selecção responsável, relativa à lista de classificação. Qualquer alegação deve ser dirigida ao Investigador Responsável pelo Projecto, Professor Doutor João Paulo Teixeira, Investigador do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, I.P., Rua Alexandre Herculano, 321, 4000-055 Porto- Portugal; Tel.: +351223401191; Fax.:+351223401149; e-mail: joão.teixeira@insa.min-saude.pt. O processo do concurso poderá ser consultado no local acima mencionado, dentro do mesmo prazo, em qualquer dia útil, das 10 às 12 horas e das 14 às 16 horas.

Calendar

Weekly Publication

A Comparative Analysis of the Status Anxiety Hypothesis of Socio-economic Inequalities in Health Based on 18,349 individuals in Four Countries and Five Cohort Studies
Scientific Reports
Read More