Research Grant (PTDC/DTP-EPI/3306/2014) - Final Results

Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação (BI) – Grau Doutor, no âmbito do projeto “Risco cardiometabólico na infância: desde o início da vida ao fim da infância” (PTDC/DTP-EPI/3306/2014), referência POCI-01-0145-FEDER-016837, financiado por Fundos FEDER através do Programa Operacional Regional Lisboa 2020 e por Fundos Nacionais através da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

Descrição:

 

Área Científica: Saúde Pública

 

Requisitos de admissão: Podem candidatar-se a esta bolsa indivíduos com grau de doutor em Saúde Pública. Exige-se experiência em projetos de investigação epidemiológica, e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica em revistas internacionais com fator de impacto quantificado. Será valorizada investigação prévia na área do projeto.

 

Plano de trabalhos: O bolseiro será responsável pela coordenação do trabalho de campo, análise de dados e elaboração de manuscritos e relatórios científicos.

 

Legislação e regulamentação aplicável: Regime Jurídico do estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, republicada em anexo ao Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – 2015 (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

 

Local de trabalho e orientação científica: O trabalho será desenvolvido no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), sob a orientação científica da Professora Doutora Ana Cristina Santos.

 

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração inicial de 12 meses, eventualmente renovável por igual período desde que não ultrapasse o término do projeto previsto para 15 de Maio 2019. A bolsa tem início previsto para Junho de 2017.

 

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 1495, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

 

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes: avaliação curricular (10 valores) e entrevista (10 valores), com a valorização final de 20 valores. Serão realizadas entrevistas a um máximo de 5 candidatos, desde que preencham os requisitos de admissão.

 

Composição do Júri de Seleção:

 

Presidente de júri: Doutora Ana Cristina Santos

 

Vogal efetivo: Doutora Liane Costa

Vogal efetivo: Doutora Elisabete Ramos

Vogal suplente: Doutora Carla Lopes

Vogal suplente: Doutor Henrique Barros

 

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 27 de abril a 11 de Maio de 2017. As candidaturas devem ser formalizadas através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: a) Curriculum Vitae; b) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições exigíveis para o tipo de bolsa a que concorre, nomeadamente certificados de habilitações com média final; c) Documento atualizado comprovativo da situação profissional, com indicação da natureza do vínculo e funções, podendo substituí-lo por declaração sob compromisso de honra caso não exista qualquer atividade profissional ou de prestação de serviços.

 

As candidaturas devem ser entregues pessoalmente ou enviadas por e-mail.

 

Entrega das candidaturas:

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto

Rua das Taipas, 135 | 4050-600 Porto

Telef: 222 061 820; E-mail: secretaria@ispup.up.pt

 

Results List:

ATA DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELEÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI) – GRAU DE DOUTOR, NO ÂMBITO DO PROJETO “RISCO CARDIOMETABÓLICO NA INFÂNCIA: DESDE O INÍCIO DA VIDA AO FIM DA INFÂNCIA” (PTDC/DTP-EPI/3306/2014), REFERÊNCIA POCI-01-0145-FEDER-016837, FINANCIADO POR FUNDOS FEDER ATRAVÉS DO PROGRAMA OPERACIONAL POCI 2020 E POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT - FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA. 

 

Aos onze dias do mês de Maio do ano de dois mil e dezassete, pelas catorze horas, reuniu no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, a comissão de selecção do concurso aberto em edital publicado e divulgado pelas páginas Web do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, para a seleção de um investigador, presidida pela Doutora Ana Cristina Santos, tendo como 1.º Vogal efetiva a Doutora Liane Costa, e 2.º Vogal efetiva a Doutora Elisabete Ramos, a fim de definir os critérios de apreciação relativos aos métodos de selecção previstos no aviso de abertura do concurso.

  1. Em conformidade com o edital do concurso, foram definidos como requisitos de admissão:
  2. Entrega da documentação exigida (Curriculum vitae, certificado de habilitações com média final e documento comprovativo da situação profissional);
  3. Requisitos académicos:
  4. Doutoramento em Saúde Pública;
  5. Experiência em projetos de investigação epidemiológica e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica em revistas internacionais com fator de impacto quantificado.

 

No que respeita à classificação final “CF”, a comissão acordou ponderar os seguintes fatores obedecendo à fórmula: CF = AC+E, sendo “AC” a avaliação curricular e “E” a entrevista.

 

1) No que respeita à “AC” (10 valores) consideraram-se os seguintes critérios:

  • Até 7 valores a atribuir pela experiência profissional em projetos de investigação epidemiológica, nomeadamente a experiência prévia na área do projeto, distribuídos da seguinte forma: experiência profissional na área do risco cardiometabólico na infância (até 2 valores), análise estatística dos dados (até 2 valores), gestão de bases de dados (até 2 valores) e redação de relatórios no âmbito de projetos científicos (1 valor));

 

  • Até 3 valores a atribuir pela experiência profissional na publicação de resultados de trabalhos de investigação científica em revistas internacionais com fator de impacto quantificado.

 

2) No que respeita à entrevista “E” (10 valores) a Comissão deliberou que a classificação a atribuir resultará da média aritmética simples das classificações atribuídas por cada membro do júri, tendo em conta as qualidades e aptidões reveladas pelos candidatos no decurso da entrevista, por comparação com o perfil julgado necessário às funções a desempenhar no âmbito deste projeto, aferidas pelos seguintes fatores de ponderação: atitude profissional, qualidades intelectuais, contacto e comunicação, conhecimentos profissionais. Cada um destes quatro fatores será quantificado, conforme a apreciação do júri, durante a entrevista considerando o perfil do candidato “muito favorável”, “bastante favorável”, “favorável”, “favorável com reservas” ou “não favorável”, respetivamente.

 

ATA DA SEGUNDA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELEÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI) – GRAU DE DOUTOR, NO ÂMBITO DO PROJETO “RISCO CARDIOMETABÓLICO NA INFÂNCIA: DESDE O INÍCIO DA VIDA AO FIM DA INFÂNCIA” (PTDC/DTP-EPI/3306/2014), REFERÊNCIA POCI-01-0145-FEDER-016837, FINANCIADO POR FUNDOS FEDER ATRAVÉS DO PROGRAMA OPERACIONAL POCI 2020 E POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT - FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA. 

 

Aos quinze dias do mês de maio do ano de dois mil e dezassete, pelas dez horas, reuniu no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, a comissão de seleção do concurso aberto em edital publicado e divulgado pelas páginas Web do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, para a seleção de um investigador, presidida pela Doutora Ana Cristina Santos, tendo como 1.º Vogal efetiva a Doutora Liane Costa, e 2.º Vogal efetiva a Doutora Elisabete Ramos, a fim de proceder à avaliação curricular e selecção dos candidatos a admitir a entrevista nos termos previstos no edital do concurso e de acordo com a acta da primeira reunião.

 

Apresentaram-se a concurso os seguintes candidatos:

 

- Ângela Maria Teixeira Leite de Moura Relvas

- César Aparecido Agostinis Sobrinho

- João Nuno Páris Couta da Costa Leite

- Maria João Leite Fonseca Ruivo

- Natália Ana Pereira da Cruz Martins

- Sandrine da Cunha Couto

 

Após verificação do cumprimento dos requisitos de admissão, em conformidade com o edital do concurso, designadamente:

  1. Entrega da documentação exigida (Curriculum vitae, certificado de habilitações com média final e documento comprovativo da situação profissional);
  2. Requisitos académicos exigidos:
  3. Doutoramento em Saúde Pública.
  4. Experiência em projetos de investigação epidemiológica e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica em revistas internacionais com fator de impacto quantificado.

 

A Comissão de seleção decidiu excluir os candidatos abaixo enunciados para a fase seguinte de seriação por não cumprirem integralmente os requisitos acima descritos:

- Ângela Maria Teixeira Leite de Moura Relvas

- César Aparecido Agostinis Sobrinho

- João Nuno Páris Couta da Costa Leite

- Natália Ana Pereira da Cruz Martins

- Sandrine da Cunha Couto

 

Após análise curricular do candidato elegível, o júri procedeu à atribuição da respetiva classificação:

 

Nome

Classificação final

(0-10 valores)

Maria João Leite Fonseca Ruivo

9,0

 

 

De acordo com os critérios definidos em edital e na ata da primeira reunião, a Comissão de seleção decidiu dispensar a realização da entrevista e admitir a candidata Maria João Leite Fonseca Ruivo.

 

Calendar

Weekly Publication

A Comparative Analysis of the Status Anxiety Hypothesis of Socio-economic Inequalities in Health Based on 18,349 individuals in Four Countries and Five Cohort Studies
Scientific Reports
Read More