Research Grant (EXPOSE 02/SAICT/2016 - Candidatura nº 023222)

 

Project: Establishing protocols to assess occupational exposure to microbiota in clinical settings” (EXPOSE 02/SAICT/2016 - Candidatura nº 023222)

 

Additional Information: Final Results Available.


 

CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO PARA MESTRE NO ÃMBITO DO PROJETO “EXPOSE” EM CURSO NO INSTITUTO DE SAÚDE PÚBLICA DA UNIVERSIDADE DO PORTO


Encontra-se aberto um concurso para atribuição de uma bolsa de investigação para Mestre na área das Ciências Biomédicas e Toxicologia, no âmbito do projeto “Establishing protocols to assess occupational exposure to microbiota in clinical settings” (EXPOSE 02/SAICT/2016 - Candidatura nº 023222), financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte, em curso no Instituto de Saúde Publica da Universidade do Porto (ISPUP), nas seguintes condições:

1. Área Científica:Ciências da Saúde (Classificação FOS do Manual Frascati)

 

2. Requisitos de admissão:

Podem candidatar-se a esta bolsa todos os indivíduos maiores detentores dos seguintes requisitos, comprovados documentalmente:

a. Habilitações Académicas - Mestrado na área das Ciências Biomédicas e Toxicologia;

b. Disponibilidade para iniciar a bolsa, logo que possível, a partir de Março de 2018 (a referir na carta de motivação)

Caso a habilitação tenha sido conferida por instituição de ensino superior estrangeira terá de ser reconhecida por instituição de ensino superior portuguesa, nos termos do disposto no Decreto-Lei n.º 341/2007, publicado no Diário da República, 1.ª série, n.º 197, de 12 de outubro, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data do termo do prazo para a candidatura.

 

3. Condições de preferência:

a. Bom domínio falado e escrito da Língua Portuguesa e Inglesa

b. Formação académica na área do Ambiente, Toxicologia e/ou Microbiologia;

c. Conhecimentos e/ou experiência na avaliação e monitorização da exposição ocupacional a contaminantes ambientais.

d. Conhecimentos e/ou experiência em técnicas laboratoriais de biomonitorização humana (biomarcadores de exposição e efeito), citotoxicidade e microbiologia (identificação de estirpes, doseamento de endotoxinas)

e. Experiência de campo na aplicação de questionários para estudos de investigação científica.

f. Publicações e comunicações nos últimos 3 anos; artigos científicos publicados como primeiro autor serão valorizados.

g. Experiência na gestão de bases de dados e análise estatística.

 

4. Plano de trabalhos:

Este projeto, em estreita colaboração com os Institutos Politécnicos de Lisboa e Setúbal e as Universidades do Porto e Nova de Lisboa, em estreita colaboração com as unidades de saúde pública, nomeadamente o Centro Hospitalar de S. João no Porto (CHSJ) e os centros de saúde da ARS Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), tem como principal objetivo avaliar a microbiota em unidades de cuidados de saúde, tendo como finalidade o desenvolvimento de protocolos e normas para a redução da exposição a agentes microbiológicos e consequente incidência de doenças profissionais. 

 

O/A bolseiro/a terá como principais atividades:

  1. Avaliação de parâmetros químicos de exposição ambiental indoor e outdoor
  2. Quantificação de endotoxinas em filtros HVAC e identificação microbiológica em amostras ambientais e filtros HVAC
  3. Colaboração na análise dos dados recolhidos;
  4. Disseminação dos resultados do projeto, designadamente através da sua apresentação.

 

5. Legislação e regulamentação aplicável: Regime Jurídico do estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, republicada em anexo ao Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – 2015 (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

 

6. Local de trabalho:o trabalho será desenvolvido no Instituto de Saúde Pública e no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge sob a orientação científica do Doutor João Paulo Teixeira.

 

7. Duração da bolsa: a bolsa terá a duração de 11 meses e meio, em regime de exclusividade. A bolsa tem início previsto em Março de 2018. 

 

8. Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 980,00, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

 

9. Métodos de seleção: avaliação curricular (AC) e, caso o júri entenda necessário, entrevista de seleção (E) aos até três candidatos mais bem classificados na AC. A classificação final será obtida pela seguinte fórmula: 0,5 x AC + 0,5 x E, numa escala de 0 a 20 pontos. Não havendo entrevista, a classificação final será igual à obtida na AC.

 

Os fatores alvo de avaliação curricular são os indicados nas condições de preferência. Os fatores de avaliação da entrevista de seleção, caso a mesma venha a ser realizada, serão: conhecimentos específicos para a realização do plano de trabalhos, motivação para as atividades previstas, capacidade de expressão e atitude.

Com base na lista de seriação final será constituída uma lista de reserva, a qual será utilizada para a eventual contratação de novos bolseiros no âmbito do presente projeto ou no caso de desistência do/a candidato/a classificado em primeiro lugar.

Na eventualidade de nenhum dos candidatos demonstrar possuir o perfil indicado para a realização do plano de trabalhos o júri reserva-se o direito de não atribuir a bolsa a concurso.

 

10. Composição do Júri de Seleção:

Presidente -  Doutor João Paulo Teixeira

1º vogal efetivo – Doutora Cristiana Pereira

2º vogal efetivo – Doutora Carla Costa

1º vogal suplente – Doutora Sónia Fraga

 

11. Forma de publicitação/notificação dos resultados: Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

12. Forma de apresentação das candidaturas e prazo de candidatura: o concurso encontra-se aberto de 19 de Janeiro a 1 de Fevereiro de 2018.

As candidaturas deverão ser formalizadas, obrigatoriamente, através de email para o endereço secretaria@ispup.up.pt com a refª “ISPUP | 1 BM | EXPOSE” no assunto, acompanhadas dos seguintes documentos:

  1. Carta de motivação, na qual o/a candidato/a deverá, além das referências indicadas nos requisitos mínimos, expor as razões que o motivam a realizar investigação científica, a candidatar-se a uma bolsa no ISPUP e de que forma o seu perfil académico e experiência prévia se adequam a este projeto;
  2. Curriculum Vitae, com indicação do nome e morada completos e com referência da produção científica rastreável.
  3. Cópia do(s) certificado(s) da(s) habilitação(ões);
  4. Quaisquer documentos que os candidatos entendam ser relevantes para apreciação do seu mérito

 

Os documentos submetidos deverão ser nomeados com o primeiro e último nome do/a candidato/a e não exceder os 5 MB no seu conjunto.

 

 

Results List:

Calendar

Weekly Publication

Newborn weight change and childhood cardio-metabolic traits – a prospective cohort study.
BMC Pediatr
Read More