Research Grant (PTDC/DTP-EPI/7183/2014)

 

Project: Estudo de coorte prospetivo sobre complicações neurológicas do cancro da mama: frequência e impacto em resultados reportados pelos doentes (POCI-COMPETE 016867, PTDC/DTP-EPI/7183/2014).

 

Call Start and Finish dates: 28th december 2018 to 11th january 2019.

 

Additional Information: Final Results Available.


 

Encontra-se aberto concurso para atribuição de uma Bolsa de Investigação (BI) – Grau Mestre, no âmbito do projeto “Estudo de coorte prospetivo sobre complicações neurológicas do cancro da mama: frequência e impacto em resultados reportados pelos doentes”, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (PTDC/DTP-EPI/7183/2014) e pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização promovido pelo FEDER (POCI-COMPETE 016867).

 

Área Científica: Saúde Pública.

 

Requisitos de admissão: Podem candidatar-se a esta bolsa indivíduos com grau de mestre em qualquer área no domínio da Saúde Pública. Serão valorizadas médias de cursos superiores a 16 valores. Exige-se experiência em projetos de investigação epidemiológica, nomeadamente em entrevista estruturada a participantes, informatização de dados, gestão de bases, análise quantitativa de dados e apresentação e publicação de resultados de trabalhos de investigação científica.

 

Plano de trabalhos: O bolseiro participará na avaliação de participantes do projeto, incluindo a realização de entrevistas estruturadas e a informatização de dados e gestão das bases de dados, assim como na redação de manuscritos no contexto do projeto.

 

Legislação e regulamentação aplicável: Regime Jurídico do estatuto do Bolseiro de Investigação (Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, republicada em anexo ao Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto) e Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – 2018 (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2018.pdf).

 

Local de trabalho e orientação científica: O trabalho será desenvolvido no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) e no Instituto Português de Oncologia do Porto FG, EPE (IPO-­Porto), sob a orientação científica do Professor Doutor Nuno Lunet.

 

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 5 meses, desde que não ultrapasse a data de término efetiva do projeto, e tem início previsto para fevereiro de 2019.

 

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 980, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores).

 

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes: avaliação curricular (10 valores) e entrevista (10 valores), com a valorização final de 20 valores. Serão realizadas entrevistas a um máximo de 5 candidatos.

 

Composição do Júri de Seleção:

Presidente de júri: Doutor Nuno Lunet

Vogal efetivo: Doutora Ana Henriques

Vogal efetivo: Doutora Samantha Morais

Vogal suplente: Doutora Filipa Fontes

Vogal suplente: Doutora Susana Pereira

 

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Toda a informação relevante será publicada no site do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (http://www.ispup.up.pt).

 

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 28 de dezembro de 2018 a 11 de janeiro de 2019. As candidaturas devem ser formalizadas através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos:

a) Curriculum Vitae;

b) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições exigíveis para o tipo de bolsa a que concorre, nomeadamente certificados de habilitações com média final;

c) Documento atualizado comprovativo da situação profissional, com indicação da natureza do vínculo e funções, podendo substituí-lo por declaração sob compromisso de honra caso não exista qualquer atividade profissional ou de prestação de serviços.

 

As candidaturas devem ser entregues pessoalmente ou enviadas por e-mail.

 

Entrega das candidaturas:

Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto

Rua das Taipas, 135 | 4050-600 Porto

Telefone: 222 061 820; e-mail: secretaria@ispup.up.pt

 

 

 

 

ATA DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE SELECÇÃO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI), GRAU MESTRE, NO ÂMBITO DO PROJECTO “Estudo de coorte prospetivo sobre complicações neurológicas do cancro da mama: frequência e impacto em resultados reportados pelos doentes” (PTDC/DTP-EPI/7183/2014)

 

No dia 10 de janeiro de 2019 reuniu a comissão de seleção do concurso acima descrito (Prof. Doutor Nuno Lunet, Doutora Ana Henriques, Doutora Samantha Morais) no sentido de definir os critérios de seleção. A comissão estabeleceu três fases de seleção:

 

 

1. Cumprimento dos requisitos de admissão, como descrito no edital do concurso:

a) Apresentação de todos os documentos requeridos (Curriculum vitae, certificado de habilitações e documento comprovativo da situação profissional);

b) Mestrado em qualquer área no domínio da Saúde Pública.

 

Os candidatos serão excluídos se algum dos critérios acima mencionados não for cumprido.

 

 

2. Avaliação do Curriculum vitae (AC) – máximo de 10 pontos sendo a soma de cada um dos critérios descritos:

a) Média de licenciatura ou de mestrado integrado superior a 16 valores (2 pontos);

b) Experiência em trabalho de campo, nomeadamente entrevista a participantes (máximo 1 ponto), informatização (máximo 1 ponto) e gestão de bases de dados (máximo 1 ponto);

c) Conhecimentos de análise estatística – evidenciado por artigo científico ou outra publicação em que o candidato demonstre ter tido papel central na análise estatística (máximo 1 ponto);

d) Publicações por extenso em revistas científicas (máximo 4 pontos: revistas sem fator de impacto quantificado, sem ser 1º autor=0,5 pontos por artigo; revistas com fator de impacto quantificado, sem ser 1º autor=1 ponto por artigo; revistas sem fator de impacto quantificado, 1º autor=1 ponto por artigo; revistas com fator de impacto quantificado, 1º autor=2 pontos por artigo).

 

 

3. Entrevista (E) – máximo de 10 pontos

Os candidatos com melhor avaliação curricular serão admitidos a entrevista, conforme previsto em edital, até a um máximo de 5.

Cada membro da comissão de seleção classificará os candidatos relativamente a cada um dos critérios definidos abaixo:

a) Contacto, empatia e comunicação (máximo 2,5 pontos)

b) Motivação para as atividades previstas (máximo de 2,5 pontos)

c) Conhecimentos profissionais (máximo de 2,5 pontos)

d) Fluência em inglês (máximo 2,5 pontos)

 

A classificação da entrevista será a média aritmética do somatório das classificações atribuídas por cada um dos elementos da comissão.

 

Classificação Final dos Candidatos (CF)

Máximo de 20 pontos, com base na fórmula seguinte:

CF = [Avaliação Curricular (AC) + Entrevista (E)]

 

Será selecionado o candidato com a classificação mais elevada, desde que a classificação final obtida seja de pelo menos 9,5 pontos em 20.

 

Nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada a reunião, da qual se lavrou a presente ata que, para sua inteira fé e validade, vai ser assinada por todos os membros da Comissão de Seleção.

 

Results List:

The minutes with the final classification were made available to the candidates. The minutes are posted on the Institute for the period determined in a public notice.

Calendar

Weekly Publication

Musculoskeletal injuries and absenteeism among healthcare professionals-ICD-10 characterization.
PLoS One
Read More