CBIG-SCREEN - Working collaboratively with vulnerable women to identify the best implementation gains by screening cervical cancer more effectively in European countries

Nuno Lunet

Investigador responsável

Investigador Doutorado Integrado

Tipo de projeto:

Internacional

Referência:

964049

Fontes de financiamento:

H2020

Data de início:

01/03/2021

Data (prevista) de conclusão:

28/02/2026

Orçamento total:

€ 190 026,25

Resumo:

O projeto CBIG-SCREEN visa reduzir a desigualdade, melhorando a oferta de rastreio do cancro do colo do útero para grupos vulneráveis e carentes. Embora os programas de rastreio do cancro do colo do útero reduzam drasticamente a mortalidade pelo mesmo, eles permanecem amplamente inacessíveis e subutilizados por subpopulações de mulheres vulneráveis, exacerbando a desigualdade. O CBIG-SCREEN desenvolverá evidências sólidas sobre as barreiras ao rastreio do cancro do colo do útero e intervenções piloto com resultados estratégicos para informar a formulação de políticas a serem atualizadas após a decisão sobre a categorização de grupos vulneráveis. Por último, mas não menos importante, o consórcio irá gerar políticas, programas, comunicações e outros serviços para atender às necessidades e aconselhar os formuladores de políticas a desenvolver recomendações.

OBJETIVOS

Os principais objetivos são tornar a oferta de triagem mais atraente, acessível e aceitável para mulheres vulneráveis aos programas de cancro do colo do útero e garantir que elas não são deixadas de lado no acompanhamento desde o teste inicial até o tratamento, se necessário. O consórcio trabalhará em colaboração com essas mulheres para identificar e desenvolver estratégias para atender às suas necessidades variadas e específicas, explicando o valor da adoção dessas estratégias baseadas em evidências para que os responsáveis políticos adotem essas estratégias e garantindo que os programas de rastreio do cancro do colo do útero alcancem e promovam essas intervenções.
Os objetivos secundários são:

– combater a desigualdade no rastreio do cancro do colo do útero
– criar um quadro de conhecimento à escala europeia em torno das barreiras à triagem do cancro do colo do útero
– contribuindo para atingir a meta da OMS 2030 de rastreio>70% das mulheres para cancro do colo do útero