16.07.2018 - 15.07.2021

HIneC: Quando se revelam as desigualdades em saúde? Compreender o impacto da adversidade social nas trajetórias de saúde desde o nascimento até ao início da adolescência (POCI-01-0145-FEDER—029567)



Ref
POCI-01-0145-FEDER-029567

Financing Instituitions
FEDER

Summary

 

Data de início: 16 de julho 2018

Data de fim: 15 de julho 2021

 

Orçamento total: 226.191,85€

Orçamento atribuído ao ISPUP: 226.191,85€

 

Investigador Responsável: Sílvia Fraga

 

As condições socioeconómicas desfavoráveis na infância estão associadas a efeitos negativos para a saúde na idade adulta, e este efeito é independente da classe social atingida nesta fase da vida. A evidência é ainda escassa sobre o desenvolvimento de desigualdades em saúde nas fases precoces da vida, nomeadamente o período em que as desigualdades sociais parecem ser mais determinantes e em que momento as intervenções poderão apresentar maior potencial para reverter os efeitos negativos destas condições mais desfavoráveis. Quando emergem as desigualdades em saúde? é a questão de investigação que está na base deste projeto. O estudo será desenvolvido com dados da Geração XXI, uma coorte de nascimento Portuguesa, de base populacional estabelecida em 2005, que recrutou 8647 bebés nascidos no Porto. Os participantes têm sido acompanhados desde o nascimento e foram reavaliados aos 4, 7, 10 e 13 anos de idade. No contexto particular de Portugal, esta abordagem proporcionará uma oportunidade única para compreender quando as desigualdades de saúde emergem, mas também para analisar o impacto das políticas adotadas durante o período de crescimento e desenvolvimento das crianças, bem como avaliar o impacto da recente recessão económica nas trajetórias de vida e de saúde das crianças.


Calendário

Publicação Semanal em destaque

Pregnancy and Breastfeeding During COVID-19 Pandemic: A Systematic Review of Published Pregnancy Cases.
Front Public Health
Ler mais