01.05.2016 - 31.12.2020

DOCnet - Diabetes & obesity at the crossroads between Oncological and Cardiovascular diseases – a system analysis NETwork towards precision medicine (NORTE-01-0145-FEDER-000003)



Site oficial
cique aqui

Ref
NORTE-01-0145-FEDER-000003

Financing Instituitions
N2020

Participating Institutions
Institute of Molecular Pathology and Immunology of the University of Porto (IPATIMUP) Cardiovascular Research Centre (UnIC) of the Faculty of Medicine of the University of Porto Institute of Public Health, University of Porto (ISPUP) - Epidemiology Research Unit (EPIUnit)

Summary

 

O risco metabólico, a obesidade e a diabetes mellitus estão na intersecção que conduz tanto a doenças oncológicas como cardiovasculares. Essas condições são muito prevalentes e constituem fatores de risco que assumirão proporções epidémicas no futuro próximo, contribuindo para o aumento da prevalência de doenças tanto oncológicas como cardiovasculares. Muitas formas de cancro, incluindo cancro gástrico, apresentam um prognóstico reservado. De igual modo, a insuficiência cardíaca, o estágio final de qualquer lesão cardíaca, permanece de prognóstico reservado, sendo comparável às formas mais agressivas de cancro. Juntos, representam a principal ameaça para o envelhecimento saudável e constituem um fardo insuportável para os sistemas comunitários de cuidados de saúde.

 

Até agora, a patogénese para essas doenças não podia ser rastreada para um único gene ou caminho. Doenças tão complexas com o cancro e as doenças cardiovasculares só podem ser descritas por modelos abrangentes que explicam uma variedade de influências, incluindo escolhas de hábitos de vida, danos sistémicos, epigenética e características genéticas individuais.

 

O DOCnet é um projeto em rede que procura apurar as vias mútuas e individualizadas da doença em pacientes com risco metabólico, dando um passo crucial para a medicina de precisão com o objetivo último de melhorar os cuidados de saúde e o envelhecimento saudável.

 

O DOCnet assenta em estruturas de grande dimensão como biobancos, bancos de dados clínicos e coortes de base populacional bem caracterizadas, instituídos por instituições estratégicas de I&D do Norte de Portugal (IPATIMUP, FMUP (UnIC) e ISPUP (EPIUnit)). O seu know-how complementar e os elevados padrões de pesquisa que as caracterizam alia-se à vontade de um parceiro emblemático e de longa data de todas essas instituições, o Centro Hospitalar São João (CHSJ), o maior centro de cuidados terciários do Norte de Portugal.

 

Resumidamente, com base em dados detalhados, recolhidos quer retrospetivamente quer prospetivamente, de registos clínicos e de amostras biológicas, de cancro gástrico e cancro da tiroide, de insuficiência cardíaca crónica estável, de pacientes submetidos a cirurgia cardíaca e de coortes de base populacional, será desenvolvida uma infraestrutura centralizada de tecnologia da informação, que incluirá a análise baseada nas ómicas e pesquisa em saúde pública.

Essa abordagem permitirá a seleção de subgrupos de pacientes com risco metabólico, controlando suas terapias em curso e selecionando controles de população normais apropriados.

 

O estabelecimento de um padrão de ouro baseado nas ómicas para o estudo de tecido e plasma doente permitirá desvendar as rotas fisiopatológicas interligadas das doenças, a sua modulação por terapia coexistente e identificará - por meio de análise de rede de última geração e de biologia de sistemas - quais são os principais alvos presumivelmente responsáveis ​​pelo surgimento da doença.

 

Esses dados serão utilizados para validação por modelos experimentais de prova de conceito e estudos complementares. A disponibilidade de amostras de tecido e plasma em algumas coortes fortalecerá a relevância biológica dos biomarcadores plasmáticos. As técnicas ex vivo e in vitro proporcionarão uma correlação funcional adicional.

 

Os marcadores selecionados serão posteriormente verificados na população saudável, como estimadores de risco e nas coortes de pacientes, como preditores de prognóstico.

 

O DOCnet prevê o desenvolvimento de novas ferramentas de previsão traduzidas em cuidados clínicos como sistemas de suporte à tomada de decisões clínicas, levando a opções de prevenção e tratamento mais precisas e rigorosas. De facto, os dados das várias avaliações das coortes populacionais e de pacientes irão destacar o papel dos biomarcadores.

 

Sob a premissa de que mudanças biológicas decorrentes de circunstâncias ambientais e sociais adversas são potencialmente reversíveis e evitáveis, também nos focaremos na quantificação da distribuição e impacto dos níveis de biomarcadores múltiplos, consolidando e atualizando dados das coortes populacionais de residentes do Norte de Portugal de diferentes idades previamente estabelecidas, através da recolha de dados primários dos participantes e integração com os seus registos electrónicos de saúde.

 

Esta abordagem permitirá a avaliação da sequência temporal de eventos, de acordo com uma abordagem de curso de vida, essencial para a identificação de períodos críticos onde existe potencial de prevenção.

 

Além disso, contribuirá para desenvolver ferramentas para a previsão de cuidados preventivos personalizados, integrando determinantes sociais de saúde e biomarcadores para uma estratificação mais precisa e rigorosa. Com esta abordagem, iremos:

 

  • ampliar o objetivo na história natural de doenças não-comunicáveis, como cancro e doenças cardiovasculares, visando maior eficácia, segurança e custo-benefício das intervenções preventivas;
  • acomodar fatores psicossociais ao longo do curso de vida, juntamente com marcadores biológicos objetivos, no complexo expossoma que determina os estados de saúde, sob uma abordagem de sistemas para a saúde da população.

 

 


Calendário

Publicação Semanal em destaque

Using Bayesian spatial models to map and to identify geographical hotspots of multidrug-resistant tuberculosis in Portugal between 2000 and 2016.
Scientific Reports
Ler mais