FEEDCities - Descrição do Ambiente Alimentar em cidades da Ásia Central e países da Europa de Leste

Patrícia Padrão

Investigador responsável

Investigador Doutorado Integrado

Tipo de projeto:

Internacional

Referência:

WHO registration 2015/591370 and 2017/698514

Instituições participantes:

ISPUP, FCNAUP e FFUP

Fontes de financiamento:

WHO

Data de início:

05/01/2016

Data (prevista) de conclusão:

31/12/2022

Linha de investigação:

L3 - Determinantes genéticos, ambientais e comportamentais da saúde e da doença

Laboratório de investigação:

Comunicação em saúde

Resumo:

Food Environment Description in cities from Central Asia and Eastern European countries (FEEDcities – Central Asia and Eastern European countries)

As doenças não transmissíveis tais como doenças cardiovasculares, cancro, doenças respiratórias crónicas ou diabetes são a causa de morte mais frequente no mundo. Aproximadamente três quartos destes óbitos ocorrem em países de baixo ou médio rendimento, e podem ser largamente prevenidos pela modificação da exposição a fatores de risco principais como o uso de tabaco, inatividade física, alimentação desadequada e consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

A alimentação desempenha um papel importante no desenvolvimento das principais doenças não transmissíveis. Existe forte evidência de que a ingestão de ácidos gordos trans se associa ao risco de doença coronária. Por outro lado, o consumo de alimentos refinados e processados industrialmente parece estar associado com o ganho de peso a longo prazo. O açúcar e as bebidas açucaradas podem aumentar o risco de diabetes, enquanto a ingestão excessiva de sódio pode aumentar significativamente a pressão arterial, que é um fator de risco para acidente vascular cerebral e doença coronária.

Modificar comportamentos relacionados com a alimentação requer, entre muitos outros aspetos, mudanças na educação alimentar e sensibilização dos consumidores. No entanto, fazer escolhas acertadas poderá ser difícil uma vez que as pessoas são constantemente expostas a publicidade a produtos alimentares, podendo ficar confusas com indicações contraditórias veiculadas pelos meios de comunicação social.

Desta forma, torna-se fundamental conhecer melhor os contextos da oferta de alimentos a que os consumidores estão expostos e onde realizam as suas escolhas alimentares.

Objetivos:

O objetivo principal deste estudo é caracterizar o ambiente associado à “comida de rua” em cidades de países da Ásia Central e do Leste Europeu, incluindo os locais de venda e a sua oferta de alimentos, bem como a publicidade a alimentos em lugares públicos. Além disso, o estudo tem como objetivo descrever o conteúdo em ácidos gordos trans e sódio da “comida de rua”, com base em análises bromatológicas de amostras de comida obtida localmente, e descrever os padrões de compra de “comida de rua”, por observação direta.

Desenho de estudo:

Estudo transversal da oferta de “comida de rua” disponível em bazares, mercados de comida ou outros mercados públicos ou em terminais de transportes públicos, assim como nas suas áreas circundantes, em cidades de países da Ásia Central e do Leste Europeu, e da publicidade a alimentos presente em aspaços públicos das mesmas cidades.

População:

Planeia-se que este projeto seja conduzido em cidades de países da Ásia central e do Leste Europeu, nomeadamente Tajiquistão, Quirguizistão, Turquemenistão, Moldávia, Cazaquistão e Bósnia Herzegovina, embora possa ser expandido para outros países da região.

Métodos:

A investigação será realizada nas ruas e outros espaços de acesso público das cidades selecionadas em cada país.

A definição dos métodos específicos a implementar em cada país terá em conta as especificidades locais, especialmente no que se refere às características da oferta da “comida de rua”, e será precedida por uma visita exploratória a cada local por membros da equipa de investigação.

A abordagem metodológica geral para avaliar uma amostra representativa dos locais mais importantes de venda de “comida de rua” será a seguinte: 1) seleção aleatória de coordenadas geográficas nos locais onde estas atividades comerciais estão concentradas, definida após a visita exploratória a cada local (previsivelmente os centróides das áreas ocupadas pelos mercados e/ou terminais de transportes públicos); 2) definição de uma área de diâmetro de 500 metros em torno das coordenadas selecionadas; 3) escrutínio das ruas de acesso público nas áreas selecionadas para identificação de locais de venda de “comida de rua”; 4) marcação da posição dos locais de venda no mapa; 5) caracterização do tipo de local de venda e correspondente oferta alimentar (maioritariamente por observação directa, apesar de se solicitar a colaboração dos vendedores), assim como das vendas (por observação directa da actividade do local de venda durante um período não superior a 10 minutos); 6) numa segunda fase, serão adquiridas e recolhidas amostras de comida para análise bromatológica.

A publicidade a produtos alimentares, será documentado usando uma câmara 360°, a fim de reproduzir a experiência de um transeunte e seguindo as principais rotas dos transportes públicos das cidades.

FEEDcities project

The food environment description in cities in Eastern Europe and Central Asia – Tajikistan – Technical report June 2017

Equipa de investigação

Recursos